sábado, dezembro 02, 2006

A JUMENTINHA

Um garotão de 25 anos, boa pinta, passou no concurso para Juiz de Direito e
foi mandado para uma cidadezinha lá no sertão do Rio Grande do Norte.
Ao chegar na cidade, foi logo avisado:
- Doutor, aqui tem um problema.
Não tem mulher na cidade.Quando o senhor quiser afogar o ganso, tem que ir
lá para beira do rio.O jovem juiz, mantendo a pose, disse que não havia
necessidade.
Mas passando três meses o tesão foi aumentando e o juiz não agüentou.
Botou a sua melhor roupa e foi para a beira do rio. Chegando lá,deparou-se
com uma fila de homens e uma jumentinha ao lado de um barranco do rio.
Ante a presença do juiz, o povo abriu caminho:- Olha o doutor aí..., pode
passar doutor.
- Ô pessoal. Dá preferênccia pro dotô..Diante de tanta gentileza e tamanho
tesão, o juiz não titubeou , baixou
as calças e crau na pobre jumentinha.
Foi quando escutou um oooohhh... vindo da fila e um homem exclamou:
- Doutor, a jumenta é só para atravessar o rio. O puteiro é do outro lado.
Não leve a vida tão a sério, afinal não sairemos vivos dela!